Democracia gay uma pinóia!!!

     Nunca se foi sofista por tanto tempo. O discurso de democracia e respeito aos direitos humanos só serve para quem concorda com o movimento gay. Quem discorda é agredido de todas as formas. Hipocrisia esquerdista. Se for a favor deles, eles ficam contentes, pintam a bunda de vermelho, sobem em postes, rebolam e comemoram. Mas se for contra, vão de encontro a tudo que sempre apregoaram. Discurso comunista e ditatorial é assim. “Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”, claro, para os outros.

     Os “gayzistas”, expressão criada para denominar grande grupo, e não todos, que usam as artimanhas do ditador Adolf Hitler para conseguirem o que querem sem o contrário e na base da força. Querem cassar o comando do deputado Marco Feliciano no grito e tentam anular uma eleição democrática feita pelo colegiado de parlamentares. Quer mais nazismo que isso? Talvez o comunismo de Che Guevara ou Mao Tse Tung. Ok, você escolhe...Aqui, você pode escolher.

      O movimento gayzista não se conforma com a democracia, e a ditadura que tanto se diz contra, é a base do regime que quer este movimento (para os outros). Para tentar desvirtuar o assunto em pauta, alega ele, que quem é contra é homofóbico. Como é cínico, mas como não ser se a mídia apóia de olho nas verbas das fraudulentas ONGs que roubam nosso dinheiro em benefício das bundas rebolando em praça pública?

      Os apoiadores do deputado Marco Feliciano são novatos. Era só colocar os milhares de evangélicos nas ruas que calava essa meia-dúzia gayzista-heterofóbica na hora.

     A ditadura gay não vai ganhar no grito. Ou se respeita a democracia, afinal, Marco Feliciano foi eleito democraticamente, ou vamos deixar os ditadores da heterofobia dominarem as nossas vidas. Mas como sempre digo, em tudo existe exceção. Existem sim homossexuais que respeitam a vitória da democracia.

     E é por eles que acredito no bom senso.

     Desde a criação da Comissão dos Direitos Humanos e Minorais no Congresso ,os gays eram os “donos”. Agora, está na hora de mudar.

     Se os gays querem o poder totalitário, que morem em Cuba...Mas para lá, eles não vão...

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!