Comerciantes da cidade, sejam mais profissionais!    

 

     Os comerciantes em Cidreira precisam se qualificar mais. Claro que não são todos, mas vou dar um exemplo do que aconteceu comigo nesta semana. Isso vale para todos os comerciantes do Brasil e aos que me lêem seguidamente.

     Segunda-feira precisei levar minha fonte do notebook para pequeno conserto; ela funciona, mas está com mal contato. Carrega a bateria ou liga o computador tendo que ficar pressionando o cabo... enfim, coisa de eletrônica. Não sou da área, mas sei que é algo simples de arrumar. Basta uma solda na placa ou algo muito próximo disso.

      Fui numa loja, que prefiro não falar o nome, de momento, e expliquei à atendente o problema. Ela foi muito educada e sincera: "só vou poder te atender na quarta por causa do excesso de serviço". Respondi, então, que levaria para casa o carregador e o devolveria na terça, aproveitando para recarregar o notebook.

     Na terça, dia primeiro de agosto, a devolvi e a esperei na quarta-feira. Chegando na loja, no final da tarde, a moça disse que o técnico não pode ver a fonte e que até sexta-feira estaria resolvido. Disse a ela que precisava por causa do meu trabalho, etc...Ela garantiu que até sexta ficaria pronta.

     Fiquei usando o notebook com “economia” para não usar toda a bateria.

    Chegando na sexta-feira, dia 02 de agosto, final da tarde, voltei à loja.

    Quando perguntei à atendente, ela me disse que o técnico nem sequer havia visto e que  não estava na loja. Fez uma ligação para saber se o mesmo voltaria para ver o carregador, mas ele disse que não. A atendente me repassou essa informação.Disse a ela que esperei a semana toda, mas ela apenas lamentou; deu-me a fonte de volta sem conserto e fui embora.

     Resumindo: este foi um exemplo de desorganização. “Fui bem atendido” ao chegar na loja, mas o mais incrível é que me deixaram sair com a fonte sem conserto. Será que não passa na cabeça do empresário, dono da loja, a tamanha falta de profissionalismo deixar um cliente ir sem resolver o problema dele e o pior, nem sequer  o produto foi visto, foi inspecionado?

    Uma falta de educação com o cliente, um desrespeito ao bom senso.

    Essa atitude mostra como somos mal servidos aqui em Cidreira (com exceções, óbvio). E como a cidade carece de concorrência, respeito ao consumidor e profissionalismo.

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!