(PL 122-Parte 1) Gayzistas querem  tirar da carteira de identidade

as denominações “pai” e mãe“!

 

        A partir deste artigo, eu quero mostrar aos  meus leitores o que tem sido feito “por debaixo dos panos” para acabar com a família. O Projeto de Lei 122 faz parte da agenda gay de emenda à Constituição da Comissão Especial da Diversidade Sexual. Os objetivos são mascarados de “direitos dos Gays”, como se fosse só isso.

        Existe uma maracutaia que a grande mídia não fala, fica quieta por que, na sua maioria, ela apoia o fim do cristianismo.

     Observe o Artigo 32 do PL 122: - Nos registros de nascimento e em todos os demais documentos identificatórios, tais como carteira de identidade, título de eleitor, passaporte, carteira de habilitação, não haverá menção às expressões “pai” e “mãe”, que devem ser substituídas por “filiação”.

     Os gayzistas querem acabar com a denominação familiar de pai e mãe! Inacreditável!

    Eles querem acabar com o “papai” e “mamãe” dito pelos nenês e crianças. Os homossexuais estão tentando acabar com o heterossexualismo na nossa cara! E você, caro leitor, ouviu falar nisso com detalhes? Você não acha estranho que a mídia fique silenciosa? Pois isso não é nada.

       Eu vou falar dos principais artigos aqui no portal para que você fique por dentro de um dos maiores ataques à família e ao bom senso. A ditadura gay não vai vencer!   Divulgue esse artigo a todos que você conhece, espalhe o quanto antes. O projeto está sendo analisado e poderá ir à votação. Vocês entendem por que o deputado Feliciano é tão combatido? Ele pode ter mil defeitos, mas jamais vai propor esse absurdo. Cabe a nós todos cristãos, lutar e vencer!

      Respeitar os homossexuais é uma obrigação pelo bom senso do respeito a todos os seres humanos, mas jamais vamos aceitar imposições travestidas de “direitos”.

      Não à ditadura gay!

      Não ao PL 122!!!

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!